sexta-feira, 20 de abril de 2012

Oi, eu voltei



O título já diz bastante, voltei gente,  como é bom, não voltei só pra esse blog, que a propósito, criei, postei pouco e abandonei a prantos, sim, sou decretada culpada, fiz como uma pessoa em um relacionamento qualquer, conhece outra, muda ela daqui, ensina ela dali, lhe mostra o seu mundo, se faz confiável e bãm, some, quando a outra já se sente completamente cativada, ta ai a frase lema da minha vida, vamos lá pequeno princípe ensine pra esse pessoal: Tu te tornas eternamente responsável por tudo aquilo que cativas! 
Um minuto para refletir, enfim não estou aqui para me culpar também, afinal todos erramos, lá vem o meu lado compreensivo, mas quando os outros erram esse lado costuma ficar tão pequeno...
Ter voltado me fez lembrar uma dessas lições de vida que a gente não deve esquecer "Não ouse desistir dos seus sonhos", pois é, eu voltei pra vida, desisti de sentir pena da minha situação, eu quero mudar, quero sentir é orgulho, isso sim é negócio bom de se sentir se sí próprio. 
Estou aqui, conquistando minhas medalhas, com honestidade, é claro, pensando antes de agir, e voltando pra esses sonhos que são parte de mim.
Me deseje sorte, vou precisar!

G.Araújo.



sexta-feira, 9 de março de 2012

Bendita sociedade



Enão é assim? A vida se baseia nas leis terríveis impostas injustamente pelo homem, temos que seguir padrões, regras absurdas, preconceituosas? Então essa é a tal Terra, onde as pessoas trocam o melhor sentimento por dinheiro, onde a cada segundo que passa uma criança chora por ter problemas que nem um adulto é capaz de suportar.
Não somos reis ou rainhas, somos irmãos, todos, sem exceção. O meu dinheiro não me faz melhor do que você, a minha roupa não diz como mereço ser tratada, minha aparência não reflete os meus atos, o meu passado não pesa o meu presente e me atormenta no futuro, os meus gostos são só meus, assim como a minha vida, isso sim é propriedade minha e eu posso me gabar por isso, tem presente melhor do que está vivo?
Sabe, todo mundo vê o que eu estou tentando dizer, todo mundo vê sofrimento, inevitável, afinal ele está escancarado em nossos rostos, mais presente que a santa felicidade. Mas o que me incomoda é ver também escancaradamente como somos sínicos, apagar com a borracha? Fingir não ser com você? Trocar de canal? Ou talvez absurdamente até concordar com essa sociedade. Acredite o ser humano é capaz de tudo. Eu não acreditava, é pra você vê, eu já tive os olhos verdes de esperança, “brincava com o leão” e como achava bonito, até o sangue pra mim era doce como o caldo da maça do amor. Mas eu cresci, me fizeram crescer e roubaram de mim tudo que eu mais zelava, e dos olhos verdes restou um castanho escuro quase preto, oco mas que no fundo esconde um caminho que nem eu mesma sei chegar.

G.Araújo.

terça-feira, 6 de março de 2012

Por que mulheres só querem saber de amor?


Eu sou uma mulher, e sem alternativa me encaixo nessa pergunta como uma porcentagem acredito eu que seja enorme. Pra mim falar de qualquer coisa não é tão fácil e tão natural como falar de amor, ele é como o prêmio do algodão doce. Desde que deixei de ser criança, olha que não faz tanto tempo, fiquei assim meio viciada no amor, romântica massacrada talvez, buscadora da paixão pode ser e até cupido já fui. Mas te digo mais, to precisando de um, se souber de um cupido de plantão me avise, por favor pago o que for pra ele acertar em cheio no coração daquele moço que me arrepia só de lembrar; está vendo, estou eu aqui já querendo colocar o amor como ator principal do meu filme dramático chamado Vida.
Que mulheres são melosas todo mundo sabe e os homens adoram colocar isso sublinhado, mas que culpa temos de adorarmos tudo que deriva do amor ou romantismo. Nenhuma. Somos verdadeiras e sabemos dar valor a coisa mais preciosa do mundo, o que dá sentido a vida e nos abre as portas pra felicidade mais prazerosa e sincera. 

G.Araújo.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012



E agora o que sobrou do que eu mais zelava são sonhos de um passado que infelizmente não aconteceu, poderia ter sido diferente, eu poderia ter me doado mais, ter feito o impossível pra te ter, mas eu queria a perfeição, eu queria que o momento fosse único pra que tu não se esquecesses de mim, porque eu já sabia antes de te olhar nesses olhos ternos que era você que eu queria ficar perto quem sabe pra sempre, desculpe eternizar as coisas, mas não fica mais romântico e mais verdadeiro? E digo mais, se pra te ter eu precisasse inventar o pra sempre eu inventaria.
Mas acabou de uma forma nada planejada, talvez tenha só começado, torço que sim, eu vi você, você me viu, foi como se um espelho estivesse se quebrado e agora era só realidade, repito a dura e triste realidade, ao teu lado tinha uma alma feminina, que segurava tua mão, como nos meus sonhos eu imaginei segurar, te olhava com ternura creio eu ou só admirava tua beleza que é impossível de não se admirar. Tu correspondia os atos dela, talvez com menos intensidade mas correspondia. Ali ela era tua, e tu era dela, e eu? Eu era nada, eu não respirava, sentia ou chorava; eu era o susto e a dor da perda misturados sem reação alguma, eu sentia vontade de correr te dá um abraço, mas com ela ali nem se eu fosse invisível, ela era como uma muralha que te impedia de mim, talvez ela fosse tua guardiã e eu o monstro que queria te ferir com o amor mais impuro.

G.Araújo.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012


São tantas pessoas, elas vem, sempre vem, nunca param de vir, assim como nunca param de ir, não me lembraria o nome de cada ser que já entrou na minha vida, mas os que machucaram, ah esses ficam sublinhados no coração com tinta preta que representa todo sofrimento.
Sabe o que eu mais queria agora? Que aquela pessoa voltasse, dizesse que foi um erro ter partido sem se despedir, que pegasse no meu rosto com delicadeza e soltasse um ' você não mudou nada ', será que é possível?
Aprendi bem cedo que crer só não basta, precisamos agir, perder? Faz parte do jogo, se arriscar é um caminho pra vitória, acho que não vou esperar você voltar, vou te buscar. Falta coragem, sempre falta quando o assunto sou eu, mas sobra angústia, e eu preciso me livrar disso.
Anjo eu estou criando asas pra te ter! Me espereee!

G.Araújo.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

E hoje eu decidi sorrir, mesmo que não haja motivo qualquer, mesmo que esteja sendo difícil, até sufocante, mas eu vou aguentar, como já aguentei coisas piores, minha força é ilimitada e eu sou só mas sou muito.

 O que eles querem? Que eu chore, ligue pra qualquer implicância com minha aparência julgada por eles. Que eu sofra a noite pensando no quão errada sou, que eu pense que a vida não vale a pena, que todos podem e conseguem menos eu.

O que eles vão ter? Uma pessoa que já cansou de engolir "sapos", que vai revidar se você pisar no pé dela, uma mal educada talvez, mas justa, porque essa pessoa se ama, e não vai deixar ninguém nem mesmo você lhe botar pra baixo. 'Sorry' mas vão ter que me engolir!