terça-feira, 21 de fevereiro de 2012


São tantas pessoas, elas vem, sempre vem, nunca param de vir, assim como nunca param de ir, não me lembraria o nome de cada ser que já entrou na minha vida, mas os que machucaram, ah esses ficam sublinhados no coração com tinta preta que representa todo sofrimento.
Sabe o que eu mais queria agora? Que aquela pessoa voltasse, dizesse que foi um erro ter partido sem se despedir, que pegasse no meu rosto com delicadeza e soltasse um ' você não mudou nada ', será que é possível?
Aprendi bem cedo que crer só não basta, precisamos agir, perder? Faz parte do jogo, se arriscar é um caminho pra vitória, acho que não vou esperar você voltar, vou te buscar. Falta coragem, sempre falta quando o assunto sou eu, mas sobra angústia, e eu preciso me livrar disso.
Anjo eu estou criando asas pra te ter! Me espereee!

G.Araújo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário