segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

É velho

Lembrar de ti me traz lágrimas
Não de tristeza, mas de uma saudade eterna
Queeria ter me despedido melhor
Ter te falado meia dúzia de palavras que fosse
Ter te abraçado, como aquela vez...
Não me lembro de quando o abracei.

Então aqui estou, escrevendo com a certeza que tu lerás
Agora me lembrei, não sabias ler
Pede pra um anjo, não sei, alguém ai ler pra tí, por favor

É velho, eu neste mundo pra lá de perdido e você ai
Agora me sinto sozinha
Tu sempre foi meu protetor.

É velho, fico aqui com as lembranças
Das histórias inventadas que tu contava
Das tuas idéias de “girino”
Do doce de amendoim que tu trazia pros netos
Como aquilo era bom...
Descobri isso depois que perdi
Eu sei, é sempre assim

É velho, tu eras um homem bom
Simples, honesto e lutador
Mas como era cabeça dura e teimoso
Só quem conhecia sabia bem...
Nunca te falei que o admirava não é?

Então velho, é bem isso que queria te falar
Ah, eu ainda lembro da tua voz
Vai fazer um ano, mas tenho certeza que nunca vou esquecer
Não só da voz, mas de você!


G.Araújo.

4 comentários:

  1. Lindo Gabi, sabe que eu acho lindo quando alguém escreve sobre o seu "super herói", pena q eu não tenho um relacionamento muito bom com o meu pai.

    Mas tá lindo seu texto, lindo mesmo. Um dia eu queria poder dizer isso pra ele, mas ele não merece.

    Beijo amiga,na testa.

    ResponderExcluir
  2. Pede para um anjo pra ler pra ti...Uauu q delicia, um mimo, adorei a maneira singela de dizer, "te amo tanto q acho q um anjo lerá o q escrevo para calar amor no teu coração" belo post, adorei, sua página é um mimo, pra vc bjos, bjos e bjosssssssss

    ResponderExcluir
  3. Vindo agradecer a tua visitinha, e primeira leitora da minha cronica antes mesmo de ser postada. Sabe né, se não fosse tua aprovação ela nem tava no ar.(risos)

    Beijo guria,

    ResponderExcluir
  4. Guria, tu ta demorando muito pra postar.... Cadê??? (risos)

    Beijo flor

    ResponderExcluir