sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

AMORAMORAMOR

Quem nunca amor? Ou achou amar? Pelo menos já teve aquela famosa "paixonite". É quando nascemos pro mundo parece que colam um adeciso na gente escrito AMARÁ E SOFRERÁ! Pelo menos comigo é assim, primeiro vem de mansinho, você conversa um pouco, admira a beleza, ai já vem sorrisos, depois seus pensamentos ficam meio lentos e leves, e você as vezes suspira sem perceber. Depois vem o diagnóstico, na primeira paixão você aceita logo estár amando e foda-se o resto, mas quando você é um amador experiente, ai são outros 500. Resiste, diz que não, tenta esquecer, já era, é amor. Despois vem os síntomas, você imagina um mundo todo rosa, começa a achar que tudo pode ser pra sempre, faz planos, sonha até com o casamento e imagina filhos. A coisa até ai está muito linda, mas ai o bicho pega, quando o outro te quer que já é um avanço e uma sorte sem igual, você fica ciumento, grudento, e acha que todos querem acabar com seu amor. Briga e chora, fica emotivo, pede perdão. Mas não para por ai, quando a outra pessoa não quer te ver nem pintado de ouro, que é o mais comum, ai você sofre, faz de tudo pra conquistar, paga micos, tenta ser amigo, dá até presentes apela até pra macumba.
Se isso tudo vale a pena? Claro que vale meu camarada, a vida sem amor não pode nem ser chamada de vida! Então se você está com essa "doce doença", calma não precisa ficar de repolso ou tomar remédios, você precisa é viver da maneira mais gostosa, seja errando por amor, acertando, complicando...

Gabi Araújo

Um comentário:

  1. Maravilhoso blog.
    A-M-E-I

    MUITO SUCESSO AO BLOG
    E BEIJOS!! < 33

    http://tepegonamoita.blogspot.com/

    ResponderExcluir